Receita para crianças: muffin de maçã

Os bolos são sempre um sucesso em casa, não é verdade? Melhor ainda quando são, além de saborosos, saudáveis! Por isso mesmo, nós testamos e aprovamos uma receita que vai deixar todo mundo com água na boca: é o Muffin de Maçã! Esta receita é simples de fazer, rende até nove porções e, com certeza, vai conquistar a família toda. Então, prepare os ingredientes e convide o pequeno para te ajudar a preparar esta deliciosa receita!

Você vai precisar de:

1 xícara e ½ de farinha de trigo
½ xícara de açúcar mascavo
3 ovos
1 maçã grande
¼ xícara de óleo
½ colher (chá) de canela
1 colher (sopa) fermento químico

Modo de fazer:

Descasque e pique a maçã em pequenos cubinhos. Reserve.
No liquidificador, coloque a casca da maçã, os ovos e o óleo. Bata bem até triturar toda a casca.
Em uma tigela, junte a farinha de trigo, o açúcar, a canela e o fermento químico. Misture.
Junte todos os ingredientes no liquidificador e bata até dissolver toda a farinha, formando uma massa homogênea.
Em seguida, junte a maçã picada, misture bem e acomode a massa em forminhas de muffin untada (ou com forminhas de papel) e leve ao forno pré-aquecido a 200°C, por cerca de 30 a 35 minutos.

Observação: Se você não tiver as forminhas de muffin, não se preocupe! Basta improvisar com uma forma pequena de bolo.

 

Fonte: https://leiturinha.com.br/

Semana Mundial do Aleitamento Materno: entenda os benefícios da amamentação para toda a sociedade

Com o tema “Apoie a amamentação: proteger o futuro é um papel de todos”, o Ministério da Saúde lançou nesta terça-feira (4) uma campanha de incentivo à amamentação.

A campanha marca a Semana Mundial do Aleitamento Materno 2020, que ocorre na primeira semana de agosto, em mais de 150 países.

O objetivo do ministério é mostrar que os benefícios da amamentação alcançam não só a mãe e o bebê, mas também, a sociedade e todo o planeta.

A amamentação reduz em até 13% a mortalidade de crianças menores de 5 anos e diminui o risco de a mulher desenvolver câncer de mama em 6%.

Especialistas garantem que crianças amamentadas têm menos alergias, infecções, diarreias, doenças respiratórias e otites. As chances de desenvolver obesidade e diabetes tipo 2 são menores, e elas possuem melhor desempenho em testes de inteligência. Quando adultas são mais saudáveis e produtivas.

De acordo com o Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil (Enani) do Ministério da Saúde, 53% das crianças menores de cinco anos no Brasil são amamentadas no primeiro ano de vida. Entre as menores de seis meses, o índice de amamentação exclusiva é de 45,7%. Já entre as menores de quatro meses, o índice é de 60%.

O estudo, feito em parceria com a Fiocruz e com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), avaliou cerca de 14,5 mil crianças brasileiras de 0 a cinco anos entre fevereiro de 2019 e março de 2020.

 

Fonte:  https://radioagencianacional.ebc.com.br/